• Ailton Segura

Minha vizinha: PARA FASCISTA SÓ FALTA AS PENAS e ela nem sabe disso


O general diz que atendeu exigência o presidente de receber diploma da ESAO.


Eu tenho uma vizinha exemplar. Já passada da idade de desfilar com shortinhos, bem apanhada fisicamente, com o dinheiro que lhe garante pleitear um lugar na classe média, como jantares de montadoras de carros para potenciais clientes. Possuidora de idiotice tardia de “sair às ruas”, vestindo verde e amarelo, em meados dos anos da segunda década do século. Sim, é minha vizinha. Deixei de dar atenção para o que ela falava no dia que me contou, no mais claro estilo das fofoqueiras que ficou sabendo que o filho do Lula era o dono da Havan e insistiu em afirmar que “um estranho avião aterrissou na calada da noite, trazendo a presidente de então (Dilma Roussef) de descer na calada da noite em Primavera do leste para ir ao cartório da cidade assinar papéis de terras e mais e mais terras de fazendas que tinha comprado.


Hoje, vendo “Conversa com o Comandante”, do general Eduardo Villas Bôas percebo que ela não tem culpa de suas idiotices. Só posso atribuir-lhe a condição de ser uma inocente útil, nas mãos das Forças Armadas, que há anos prepara o peso de assunção do poder pelos militares de forma light. Sim, minha vizinha é tão idiota ainda não deve ter percebido que vivemos um governo militar marcado pela estratégia exposta pelo comandante à época de transformar o governo “Bolsonaro num fruto de um pensamento bem elaborado dentro de um grupo de generais influentes entre seus pares”, como argumenta a jornalista Natalia Viana, co-diretora da Agência Pública: ,“trata-se de um governo de militares e não apenas de um governo que tem uma ala militar” ao expor matéria de Andrea Dip e Thiago Domenici após conversa analítica com o jornalista Fabio Victor especialista em avanços da caserna nos últimos anos.


Mas não estou falando da “minha vizinha” só. Falo é da “sua vizinha” que juntas, garantiram a Bolsonaro o diploma de um curso do exército do qual ele havia sido expulso por conspiração. Natalia Viana explica “Bolsonaro estudava na EsAO quando bolou um plano estapafúrdio de explodir bombas em quartéis do Rio de Janeiro, em protesto por aumento de salários. A revista Veja revelou o plano e deu o nome do santo, que virou alvo de investigação interna e não conseguiu se formar na ESAO”. E que em troca de ceder aos militares como títere para a retomada do poder exigiu seu diploma da ESAO exigiu receber seu diploma conforme relatou a palavra do comandante ”Depois de eleito presidente, solicitou que recebesse o diploma, o que foi feito em uma cerimônia simples”, escreveu o general.


Mas isto não importa mais, em função das posturas dos últimos anos do Presidente que vão desde acusações de genocídio por negar a Pandemia (250 mil mortos em 1 ano conforme o consórcio de veículos de imprensa” até o fato de fazer “merchan” da cloroquina para favorecer amigos e vai por aí afora com o envolvimento familiar dos cheques do Queirós para Michelle, das rachadinhas dos filhos (na Justiça e com informações sólidas).

A ciência diz que quanto maior a informação, menor a comunicação (Teoria Matemática da Informação), por isto paro por aqui. Vamos voltar a falar da minha vizinha instrumento das “fake News” que fizeram nossa atual realidade política. Minha vizinha hoje está perdida, como não converso mais com ela, é possível até que acredite que os comunistas petralhas (rs...rs...rs...) não estão deixando o Bolsonaro (leia-se generais reacionários e conspiradores). Não passa pela cabeça dela a incoerência da única saída para o auxílio emergencial que é tirar dinheiro da Educação (matando o Fundeb) e da Saúde (exterminando o SUS), para ela também é normal cortar 25% dos salários dos servidores públicos. Normal vender Petrobrás, Correios, Eletrobrás, Telebras, Casa da Moeda, EBC, Lotex, Codesp, Emgea, ABGF, Serpro, Dataprev, CBTU, Transurb, Ceagesp, Ceasaminas, Codesa, Ceitec. E de quebra entregar ao mercado financeiro o Banco Central (a raposa tomando conta das galinhas).


É, minha vizinha, se você tivesse aproveitado as aulas que assistiu nos seus cursos universitários pelo menos saberia de uma coisa coisa: VOCE PARA FASCITA SÓ FALTA AS PENAS.

2 visualizações0 comentário

@2020 - Todos os Direitos Reservados - Jornal do Boa - From WWEB Digital