Fotografo: Divulgação
...
Campanha será feita por personalidades ligadas aos direitos humanos

 
Ailton Segura
O PT nacional já decidiu: domingo lança a pré-candidatura de Lula para a presidência da República. Ele vem com Fernando Hadad como companheiro de chapa, tentando aproveitar os votos do ex-prefeito de São Paulo, que junto com Lula chega aos 40% nas pesquisas. Além disso afasta qualquer possibilidade de coligação com outros partidos no primeiro turno. 
 
Mesmo perseguido pela Justiça, confinado numa cela solitária da Polícia Federal de Curitiba, Lula lidera as intenções de voto. O partido conta com a visibilidade da sua candidatura e deverá registrá=la até o dia 15 de agosto para permitir seu acesso aos programas eleitorais, do qual o PT é um dos partidos que mais tem tempo na TV e rádio. 
A estratégia, traçada pelo próprio Lula, passa pelas intenções de Haddad, que começou a percorrer o país em busca de apoio de possíveis aliados, como o PSB. Hadadd, inclusive está elaborando um plano de governo que deve discutir com os apoiadores. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann já convocou todos os diretórios municipais para participarem dos atos de lançamento da pré-candidatura Lula.