Fotografo: Luiz Alves
...
Professores de todo o pais, participam do evento que irá discutir propostas e estratégias para a modalidade de Ensino.

 
 
 
Cuiabá irá apresentar duas experiências, nas áreas de formação continuada de professores e prática pedagógica, no XVI Encontro Nacional de Ensino de Jovens e Adultos (ENEJA). O evento começou nesta quarta-feira (18) e será realizado até domingo (22), em Belo Horizonte, Minas Gerais, e tem como tema, a Educação de Qualidade Social como Direito de Trabalhadores e Trabalhadoras.
 
Professores de todo o pais, estarão participando do evento que irá discutir propostas e estratégias para a modalidade de Ensino.  
 
Marilene de Souza Carvalho, líder da equipe de Ensino de Jovens e Adultos e Educação do campo, da Secretaria Municipal de Educação (SME), explicou que ideia é tornar a modalidade pública, democrática, popular, gratuita, laica, inclusiva e de qualidade social e, como direito, que se contraponha a todas as formas de preconceito. “Esta é a primeira vez que o ENEJA é realizado sem recursos públicos. Os participantes estão custeando as despesas do encontro que nesta edição recebe o nome de Fórum Mineiro de Educação de Jovens e Adultos”, explicou.
 
Com pesados investimentos na Educação, Cuiabá apresentará dois trabalhos no evento, A Formação da Práxis do Professor de Educação de Jovens e Adultos: Diálogos de Saberes e Os Educandos da EJA, como Agentes Transportadores nos 300 anos da história de Cuiabá.
 
Nos cinco dias de debates em Belo Horizonte, serão discutidos temas como Alfabetização, Avaliação e Tecnologia na EJA e no campo, a Educação Popular, o mundo do trabalho e a educação profissional, a educação de pessoas com deficiência (PCD), as Políticas Inter Setoriais, Estratégias de Acesso e Permanência dos Educandos na EJA, a formação de educadores para/com e de EJA, Gênero e Orientação Sexual, Gestão, Recursos e Financiamento, entre outros assuntos.
 
 “É o momento para que profissionais e estudiosos discutam as práticas de formação do nosso professor, bem como saber da política para o setor e qual o futuro diante do atual cenário político brasileiro. Enfim, é um instante de congraçamento entre os profissionais e estudiosos das EJA´s Brasil a fora”, disse Marilene de Souza Carvalho.
 
Educação de Jovens e Adultos
 
A rede pública municipal de Educação de Cuiabá atende 1300 alunos na modalidade EJA. São 125 professores, em 13 unidades educacionais, oito delas na área urbana e cinco no campo e uma proposta de ampliação de mais cinco salas. “Hoje a rede trabalha com projetos. Os processos de formação continuada são discutidos com os professores e os educandos assumem as temáticas e desenvolvem a pratica pedagógica que tem sentido para esse adulto”, destacou Marilene Carvalho, lembrando que a partir do ENEJA 2019 serão elencadas as ações para os próximos cinco anos, em nível de Brasil.
 
A abertura do Encontro Nacional de Ensino de Jovens e Adultos, em Belo Horizonte, será no Auditório Alberto Deodato, Faculdade de Direito.