Fotografo: Reprodução
...
Ao todo, a CPI deverá ter duração de 120 dias, podendo ser prorrogada.

 
 
Os vereadores membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Feminicídio, criada para apurar o aumento no número de crimes contra mulheres em Cuiabá, se reúnem na sexta-feira (07), às 9h, para deliberarem sobre a estrutura e agenda de trabalho da comissão.
 
Participam da reunião os vereadores Marcelo Bussiki (PSB), presidente da CPI, Ricardo Saad (PSDB) e Adilson Levante (PSB), relator e membro-titular, respectivamente. Essa será a primeira reunião da comissão e estava marcada para ocorrer no último dia 5. Mas, em razão do falecimento do ex-vereador Antônio Fernandes Amaral, foi adiada para a sexta-feira.
 
Durante a reunião será deliberado sobre quantos servidores serão necessários para dar andamento aos trabalhos, bem como quais requerimentos de informações serão formalizados, as pessoas a serem ouvidas, as reuniões internas, entre outras deliberações. 
 
Além disso, será solicitado à presidência o apoio da procuradoria e protocolo da Casa de Leis para o acompanhamento dos trabalhos da comissão.  Ao todo, a CPI deverá ter duração de 120 dias, podendo ser prorrogada por igual prazo, em caso de necessidade.
 
Sugestão de Pauta
Assunto: Primeira reunião da CPI do Feminicídio acontece nesta sexta-feira
Data: Sexta-feira (07.06)
Horário: 9h
Local: Sala de reuniões da presidência na Câmara Municipal de Cuiabá