Fotografo: Elza Fiuza
...
O Brasil devera aumentar produção de açucar

Com Agencia Brasil
 
Os resultados da visita do Brasil à China já estão dando resultado. Os chineses acabam de se entender para resolver a questão da sobretaxa do açúcar brasileiro que inibia exportações para aquele país. A questão que estava para ser decidida na Organização Mundial do Comércio foi resolvida com a retirada da sobretaxa, em entendimento entre os dois países.
 
A informação é do  Ministério da Agricultura, que comemorou nesta terça-feira a possiblidade de retomar as exportações do açúcar, sem as salvaguardas na forma de sobretaxas às importações de açúcar. O Brasil também vai poder operar dentro de um sistema de licenciamento automático para importações do produto fora da quota. “O Brasil vê positivamente o resultado alcançado, que reflete o engajamento e a disposição construtiva de ambas as partes para alcançar uma solução para a disputa.”
 
Em nota conjunta, os ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores não explicaram os detalhes do acordo. O comunicado informou apenas que “Nos termos do entendimento alcançado, as preocupações que embasaram o pedido de consultas brasileiro deverão ser atendidas, de modo mutuamente satisfatório, sem a necessidade do estabelecimento de um painel na OMC para examinar a matéria”, informaram os ministérios..
 
Emitido durante a visita do vice-presidente, Hamilton Mourão, à China, o comunicado destacou o empenho dos dois países em chegar a um acordo. “O Brasil vê positivamente o resultado alcançado, que reflete o engajamento e a disposição construtiva de ambas as partes para alcançar uma solução para a disputa”, acrescentou a nota.
 
Desde domingo (19), o vice-presidente está na China para uma visita de seis dias. O país asiático é atualmente o principal parceiro comercial do Brasil, concentrando 26,82% das exportações brasileiras de janeiro a abril.