Fotografo: Divulgação
...
Abertura das ações será no Cras do bairro Dr. Fábio amanhã as 14:00 horas.

 
 
 
 
A Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMSDH) realiza durante todo o mês de maio, ações voltadas para o Dia Nacional de Luta Contra o Abuso e Exploração de Criança e Adolescentes (18 de maio), tendo como principal objetivo chamar a atenção da sociedade sobre a importância do envolvimento de todos no combate aos crimes como o abuso e a exploração infanto-juvenil.
 
Tendo como slogan “Faça Bonito- Proteja nossas crianças e adolescentes”, a campanha que acontece em nível nacional tem como símbolo uma flor, que simboliza a fragilidade da primeira infância. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa. “O slogan Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescente quer chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil”, disse a secretária adjunta de Assistência Social, Hellen Ferreira.
 
Sob esse enfoque, as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência de Assistência Especializada (Creas) do Município prepararam uma série de atividades voltadas ao tema com palestras, rodas de conversa, blitz educativas, apresentação de filmes, oficinas, entre outros.
 
A abertura das ações será na Unidade do bairro Drº Fábio, onde por meio de uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), será realizada uma palestra nesta quarta-feira (08), a partir das 14 horas, com informações e orientações sobre as principais ocorrências e quais os canais de atendimento para auxílio, em caso de possíveis ocorrências.
 
No Dia 09, quinta-feira, a partir das 14 horas, acontecerá uma Roda de Conversa sobre a rede de proteção a crianças e adolescentes Faça Bonito com os assistidos pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), do bairro Centro.
 
Na próxima semana, para seguir com a programação, na próxima semana, no dia 15 de maio, quarta-feira, a partir das 14 horas, no Cras do bairro Praeiro, uma blitz educativa foi preparada onde serão distribuídos panfletos com informações da Campanha Faça Bonito.
 
No dia 16, as ações ocorrerão em duas unidades, sendo elas do bairro Getúlio Vargas e Planalto, a partir das 08 horas. Serão feitas palestras e rodas de conversa com abordagens voltadas ao tema.
 
Por ser um bairro de grande abrangência populacional, o Pedra 90 foi o local escolhido para realização de uma blitz educativa, no dia 19 de maio (domingo), a partir das 08 horas. “Por ser um domingo, fim de semana, o número de carros é grande e as pessoas não estão em horário de expediente. Com isso conseguimos fazer abordagens com qualidade e com isso alcançando um maior número de pessoas quanto a importância do combate aos abusos contra nossas crianças e adolescentes”, destacou Hellen.
 
Na segunda-feira (20), a partir das 08 horas, os usuários do Cras do bairro Jardim Araçá farão uma blitz em frente à Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) Tancredo Neves. No mesmo dia, na unidade do bairro Jardim União, mais uma palestra educativa será realizada, a partir das 08 horas.
 
E para encerrar essa grande mobilização social, no dia 22 de maio, as atividades serão concentradas nos Centros de Assistência dos bairros Dom Aquino, em período integral, com exibições de uma curta metragem com o tema “Faça Bonito”. Já para os assistidos pelo Cras Tijucal, a partir das 08 horas, além da palestra, um passeio no Sesc Balneário foi preparado.
 
Já nas unidades dos bairros Nova Esperança e Osmar Cabral, serão realizadas Rodas de Conversa, as 09 e 14 horas, respectivamente.
 
Para fechar com chave de ouro, no dia 28, ocorrerá a Oficina “O brincar como enfrentamento a violência” Faça Bonito, a partir das 14 horas, na unidade do Creas, do bairro Centro em Cuiabá.
 
“Para alcançar esse objetivo, é necessário que a sociedade em geral Faça Bonito na proteção de nossas crianças e adolescentes”, finalizou a secretária. .
 
HISTÓRIA- O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia.
 
O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.
 
De autoria da então deputada federal Rita Camata (PMDB/ES) - Presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional, o projeto foi sancionado em maio de 2000. Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual.
 
Esse símbolo surge durante a mobilização do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 2009. Porém, o que era para ser apenas uma campanha se tornou o símbolo da causa, a partir de 2010.