Fotografo: Assessoria
...
A marcha de combate a violência contra a mulher deverá ser realizada anualmente na primeira semana do mês de março.

 
 
 
O município de Cuiabá passará a contar com a Caminhada pelo fim da Violência contra a Mulher. A “marcha” deverá ser inclusa no calendário oficial da cidade graças a um projeto de lei, de autoria do vereador Ricardo Saad (PSDB), que foi aprovado em votação final na sessão plenária desta quinta-feira (30).
 
Conforme a proposta do parlamentar tucano, a caminhada deverá ser realizada anualmente na primeira semana do mês de março. A intenção é divulgar e provocar a sociedade para mobilizar e se envolver para combater a violência contra a mulher.
“A Caminhada pelo fim da Violência contra a Mulher já é uma realidade, e vem sendo realizada com o apoio de muitas frentes de combate contra a violência da mulher, restando ser incluída no calendário oficial do município”, frisa Saad.
 
Conforme estatísticas, ao menos dois terços dos brasileiros já viram uma mulher ser agredida. Dados divulgados no Dia Internacional da Mulher mostram que, 22% das brasileiras sofreram ofensa verbal no ano passado. Além disso, 10% sofreram ameaça de violência física, 8% sofreram ofensa sexual e 4% receberam ameaça com faca ou arma de fogo.