Fotografo: Paulo Valadares/Câmara
...
O ministro ameaça levar o país aode está, o "fundo do poço"

 
 
 
Quem ainda tem algo a perder neste país, a alta classe média, está assustada com o ritmo que o país está tomando. Mas isto não se dá pelo alto custo estamos pagando para ingressar num capitalismo servil. É que imbuído de carrear a Previdência Social para o campo privado e ampliar o sequestro da poupança dos  brasileiros, ampliando a lucratividade das empresas do setor financeiro, o ministro-banqueiro agora deu para fazer terrorismo: estamos chegando no fundo do povo, disse, chantageando a imbecilidade do Congresso Nacional.
 
Ora o trabalhador, em quase três anos (desde a deposição de Dilma Roussef), já vem perdendo direitos, dinheiro e dignidade. Já entrou no fundo do poço, que um governo aprisionado hoje havia tirado o país. Chegamos a zerar a dívida externa, ficamos auto-sufiente com o pré-sal, o trabalhador ampliou seu poder de consumo e a Educação teve uma ampliação numca antes experimentada. E isto não valeu nada. A idiotice credita que agora é que está bom, sem verbas para Educação, com a vendagem das empresas lucrativas (patrimônio da Nação) e o governo gastando... gastando... gastando.
 
No meio da crise (recuo de 0,68 da economia) e do terrorismo do ministro, um pedido de endividadamento  de R$ 248 bilhões para pagar despesas do dia a dia como a ida de Bolsonaro e mais meia dúzia de ministros  (à toa)  para o Texas (EUA), onde se encontrará com Busch (mentor da guerra do Afeganistão) e fazer o Brasil passar vergonha pelo atraso de seus dirigentes.
 
O resto do país (inclusive os mais de 50% de eleitores que votaram em Bolsonaro), assistem estarrecidos e como boi que segue ao matadouro, ainda culpam o governante que em 20 anos erradicou a fome no país, proporcionou mais educação (com a abertura de mais de uma dezena de escolas e universidades), melhorou as condições de Saúde (com os médicos cubanos) e acabou preso, incomunicável até um certo ponto. E, do fundo do poço, esperam a chegada do fundo do poço ameaçado pelo ministro chantagfeador e terrorisyta. “Se não passatr a previdência, a coisa vai ficar pior”. Vai mesmo e tem muito que piorar, com milícias e novos corruptos servís, que entregam o país para benefício próprio. Acorda Brasil.